Estilos de aprendizagem no Ensino Superior: enfrentando a evasão e a retenção

Autores

  • Vanessa Matos dos Santos Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.13i2.0018

Resumo

A evasão e a retenção têm se configurado, hoje, como um dos maiores desafios para o Ensino Superior, não apenas no Brasil, mas no mundo todo. Nesse sentido, este artigo apresenta os resultados obtidos com a utilização da metodologia dos estilos de aprendizagem no desenvolvimento de audiovisuais educativos baseados nos quatro diferentes estilos propostos por Alonso, Gallego e Honey (2007), quais sejam: ativo, reflexivo, teórico e pragmático. Relata-se, neste texto, o percurso desenvolvido pelo grupo que trabalhou no projeto que superou, em termos qualitativos e quantitativos, as metas inicialmente traçadas e revelou nuances importantes e inovadoras a respeito do processo educativo a partir do engajamento dos discentes. Destaca-se, aqui, principalmente, o fato de que os estilos não são rótulos para catalogação de alunos, mas, sim, uma metodologia de ensino que implica uma didática específica.

 

Palavras-chave: Estilos de aprendizagem. Evasão. Retenção.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Vanessa Matos dos Santos, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Educação Escolar pela Unesp / Araraquara –SP, com estágio doutoral no exterior realizado na UNED em Madrid, Espanha. Doutora em Meios e Processos Audiovisuais pela ECA – USP. Docente de Telejornalismo do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com atuação também  no Mestrado Profissional em Tecnologias, Comunicação e Educação da mesma instituição. Presidente do Conselho Curador da Fundação Rádio e Televisão Universitária de Uberlândia (RTU / UFU). E-mail: vanessamatos@ufu.br e vanmatos.santos@gmail.com

Downloads

Publicado

2017-12-21

Como Citar

DOS SANTOS, V. M. Estilos de aprendizagem no Ensino Superior: enfrentando a evasão e a retenção. Práxis Educativa, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 578–595, 2017. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.13i2.0018. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/10347. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Demanda Contínua - Artigos