Memória, história e historigrafia na construção de uma cidade encruzilhada (Ponta Grossa-PR, 1890-1964)

Autores

  • Rosângela Maria Silva Petuba UEPG

DOI:

https://doi.org/10.5212/Rev.Hist.Reg.v.28.21723

Palavras-chave:

Cidade, Memória, História, Historiografia.

Resumo

O artigo problematiza a ideia da “cidade encruzilhada” nas memórias constituídas em torno da chegada e do auge da ferrovia em Ponta Grossa.  Para tanto, investiga como a presença da estrada de ferro na cidade foi registrada pelos vários agentes sociais envolvidos, na tentativa de captar suas inúmeras significações. Estabelece um diálogo com a historiografia local indagando quais os sentidos construídos para a ferrovia na história de Ponta Grossa, esmiuçando a intrincada dinâmica de criação, questionamento e cristalização de conceitos.

 Palavras-Chave: Cidade, Memória, História, Historiografia.

 

Biografia do Autor

Rosângela Maria Silva Petuba, UEPG

Doutora em História pela UFSC. Professora do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em História da UEPG.

Referências

WANKE. E. T. O Vôo da Pombinha. Ponta Grossa, 1964.

VESENTINI, Carlos Alberto. A teia do fato: uma proposta de estudo sobre a memória histórica. São Paulo: Ed Hucitec, 1997, p.15.

PONTA GROSSA abraça o futuro. Diário dos Campos. Set.de 2019. Caderno Especial. https://www.diariodoscampos.com.br/especiais/niver-pg-196-anos. Acesso em 30/09/2019

KHOURY, Yara Aun.” Muitas memórias, outras histórias: cultura e o sujeito na história” In: Muitas memórias, Outras Histórias. São Paulo: Editora Olho d’ Água, 2004, p116-138.

BENJAMIN, Walter. “Sobre o conceito de História” (1940), in: Magia e técnica, arte e política. Obras Escolhidas. São Paulo: Brasiliense: 1985, Vol. 1, p. 22-23

PIMENTEL, Júlio. “Os muitos tempos da memória”. Projeto História. São Paulo, (17), nov. 1998.

VESENTINI, Carlos Alberto. A teia do fato: uma proposta de estudo sobre a memória histórica. São Paulo: Ed Hucitec, 1997.

LANGE, Francisco Lothar Paulo. Os Campos Gerais e sua princesa. Curitiba: Copel, 1998, p184.

SANTOS, Nestor Vitor dos. Terra do Futuro (Impressões sobre o Paraná). Curitiba: Prefeitura Municipal de Curitiba, 1996.

Prefeitura Municipal de Ponta Grossa. http://www.pontagrossa.pr.gov.br/pontagrossa. Acesso em 30/09/2019.

OS FLUXOS dos Campos Gerais: como a cidade encruzilhada concentra diferentes trajetos. Revista Nuntiare. Dezembro de 2018 https://nuntiare.sites.uepg.br/2018/12/12/os-fluxos-dos-campos-gerais-como-a-cidade-encruzilhada-concentra-diferentes-trajetos/. Acesso em 30/09/2019

Calvo, Célia Rocha. CALVO, Célia Rocha. Muitas memórias e Outras histórias de uma cidade: experiências e viveres lembranças de viveres urbanos – Uberlândia, 1938-1990. São Paulo: Programa de Pós-graduação em História - PUC-SP, 2001. Tese de Doutorado.

DITZEL, Carmencita de Holleben Mello. O Arraial e o Fogo da Cultura: os euclidianos ponta-grossenses. Ponta Grossa, UEPG, Dissertação de Mestrado, 1998.

WANKE, Eno Teodoro. A Encruzilhada do Paraná. Mimeo: Ponta Grossa, 1964.

CHAVES, Niltonci Batista. A Cidade Civilizada. Discursos e representações sociais no jornal Diário dos Campos – década de 1930. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 2001.

DITZEL, Carmencita de Holleben Mello; SAHR, Cicilian Luiza Löwen. Espaço e Cultura. Ponta Grossa e os Campos Gerais. Ponta Grossa: Ed. UEPG, 2001.

GONÇALVES Maria Aparecida Cezar; PINTO Elizabete Alves. Ponta Grossa: um século de vida (1823-1923). Ponta Grossa: Kluger Artes Gráficas LTDA., 1983;

MONASTIRSKY, Leonel Brizola. Cidade e Ferrovia: a mitificação do pátio central da RFFSA em Ponta Grossa. Florianópolis: UFSC, 1997. Dissertação de Mestrado.

SILVA, Edson Armando et al. O povo faz a história. Ponta Grossa 1920 – 1945. Relatório de Pesquisa. Ponta Grossa: UEPG, 1994.

DITZEL, Carmencita de Holleben Mello. Manifestações Autoritárias: O Integralismo nos Campos Gerais (1932 –1955). Florianópolis, SC: UFSC, 2004. Tese de Doutorado.

CHAVES, Niltonci Batista. Do Centro Commercio e Industria ao Selo Social. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2006.

NASCIMENTO, Durval do. As Curvas do Trem: A presença da Estrada de Ferro no Sul de Santa Catarina. (1880-1975) cidade, modernidade e vida urbana. Criciúma: UNESC, 2004.

CANÇADO, A. M. Majestades da Cidade Princesa: Concurso da Rainha da Soja de Ponta Grossa, Paraná (1970-1980). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2008. Tese de Doutorado.

MONASTIRSKY, Leonel Brizola. “A mitificação da ferrovia em Ponta Grossa”. In: DITZEL, Carmencita de Holleben Mello; SAHR, Cicilian Luiza Löwen. Espaço e Cultura. Ponta Grossa e os Campos Gerais. Ponta Grossa: Ed. UEPG, 2001.

A HORA de Plantar Chaminés. Boletim Informativo da ACIPG. Ponta Grossa, março/abril de 1967.

NOVAES, Pedro. A Fundação de Ponta Grossa. Ponta Grossa: Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, 1943.

ROCHA, Lucas Ericksen da. Passagens e Novas Fronteiras dos Abates: O matadouro Municipal de Ponta Grossa e a historicidade de matança animal centralizada. Ponta Grossa, UEPG, 2015. Dissertação de Mestrado.

Ata da Câmara Municipal de Ponta Grossa, 11 de agosto de 1894.

MELLO. Sílvia Gomes Bento de. O Gigante e a Locomotiva: Projetos de Modernidade e Estratégias de Territorialização no Paraná (Guarapuava 1919-1954). Florianópolis: UFSC, 2003. Dissertação de Mestrado

O RAMAL de Guarapuava. O Progresso, Ponta Grossa 25 de junho de 1910, p.02, n. 277.

O RAMAL de Guarapuava. O Progresso, Ponta Grossa, 03 de novembro de 1910, n.333, p.01.

ARQUIVO PÚBLICO DO PARANÁ. Exposição financeira e technica sobre a Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande, apresentada pela Diretoria aos Senhores Accionistas, mai./1895. Rio de Janeiro, Typ. Leuzinger. reg n. nº 017.

RODOVIAS Da Região impulsionam o agronegócio. Diário dos Campos. Agosto de 2018.https://www.diariodoscampos.com.br/noticia/rodovias-da-regiao-impulsionam-o-agronegocio-do-br. Acesso em 30/09/2019. LANGE, Francisco Lothar Paulo. Os Campos Gerais e sua princesa. Curitiba: Copel, 1998, p184.

SANTOS, Nestor Vitor dos. Terra do Futuro (Impressões sobre o Paraná). Curitiba: Prefeitura Municipal de Curitiba, 1996, p.214.

WANKE, Eno Teodoro. O Vôo da Pombinha. Ponta Grossa, 1964, p.76.

Prefeitura Municipal de Ponta Grossa. http://www.pontagrossa.pr.gov.br/pontagrossa. Acesso em 30/09/2019.

OS FLUXOS dos Campos Gerais: como a cidade encruzilhada concentra diferentes trajetos. Revista Nuntiare. Dezembro de 2018 https://nuntiare.sites.uepg.br/2018/12/12/os-fluxos-dos-campos-gerais-como-a-cidade-encruzilhada-concentra-diferentes-trajetos/. Acesso em 30/09/2019

Calvo, Célia Rocha. CALVO, Célia Rocha. Muitas memórias e Outras histórias de uma cidade: experiências e viveres lembranças de viveres urbanos – Uberlândia, 1938-1990. São Paulo: Programa de Pós-graduação em História - PUC-SP, 2001. Tese de Doutorado, p.36.

DITZEL, Carmencita de Holleben Mello. O Arraial e o Fogo da Cultura: os euclidianos ponta-grossenses. Ponta Grossa, UEPG, Dissertação de Mestrado, 1998.

WANKE, Eno Teodoro. A Encruzilhada do Paraná. Mimeo: Ponta Grossa, 1964.grifo nosso.

Publicado

2023-08-04

Como Citar

PETUBA, R. M. S. Memória, história e historigrafia na construção de uma cidade encruzilhada (Ponta Grossa-PR, 1890-1964). Revista de História Regional, [S. l.], v. 28, 2023. DOI: 10.5212/Rev.Hist.Reg.v.28.21723. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/rhr/article/view/21723. Acesso em: 23 jun. 2024.