A construção do pensamento social de professoras e coordenadoras pedagógicas sobre a pandemia da covid-19: um estudo em representações sociais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.18.20929.007

Resumo

Neste artigo, objetivou-se compreender o pensamento social frente à pandemia, formado por grupos de mulheres profissionais da Educação – professoras e coordenadoras pedagógicas –, para assimilar suas representações sociais sobre o processo da pandemia da covid-19. Inicialmente, reflete-se sobre a perspectiva das representações sociais e sobre a arquitetura do pensamento social para abordar esse tema. Na sequência, em pesquisa de abordagem qualitativa, aplicou-se um Teste de Associação Livre de Palavras, com a palavra “pandemia”, e solicitou-se que descrevessem “como estava sendo sua vivência com a pandemia na sua vida profissional”. Os dados produzidos, em 2020/2021 com 58 mulheres, após processados pelo software IRaMuTeQ, permitiram as análises Prototípica, de Similitude e Classificação Hierárquica Descendente, as quais, trianguladas a uma microanálise qualitativa tradicional complementada por análise temática, com aporte teórico da Teoria das Representações Sociais e das Políticas Educativas nesse momento no Brasil, possibilitaram apreender suas representações no contexto do tempo/espaço pandêmico experienciado.

Palavras-chave: Representações sociais. Mulheres profissionais da Educação. Impacto da pandemia da covid-19.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Clarilza Prado de Sousa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo



Publicado

2022-10-10

Como Citar

SOUSA, C. P. de; ENS, R. T.; OSWALD, S. . E. S. A construção do pensamento social de professoras e coordenadoras pedagógicas sobre a pandemia da covid-19: um estudo em representações sociais. Práxis Educativa, [S. l.], v. 18, p. 1–18, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.18.20929.007. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/20929. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Seção Temática: Perspectivas psicossociais sobre a educação no período pandêmico