Desafios da permanência de cotistas em instituições públicas brasileiras: uma meta-análise de dados baseada em teses da área da Educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/retepe.v.7.21310.011

Resumo

Este artigo apresenta uma discussão sobre cotas em Instituições de Ensino Superior públicas, com base em uma análise de teses defendidas em Programas de Pós-Graduação em Educação no período de 2012 a 2018, à luz do conceito de equidade no Ensino Superior, de McCowan, em diálogo com a literatura sobre ações afirmativas e com a Proposta do Ativismo Transformador, de Stetsenko. Os resultados mostram a relevância da Lei de Cotas, os argumentos éticos e morais sustentados pelos autores das teses para a manutenção e o aperfeiçoamento dessa lei, as dificuldades, internas às instituições, bem como as recomendações relacionadas ao acesso e à permanência dos cotistas.

Palavras-chave: Ações Afirmativas. Cotas. Lei Nº 12.711/2012. Metapesquisa.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Elizabeth da Silva Guedes, Universidade Estácio de Sá

Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Estácio de Sá (Unesa). Servidora Técnica-administrativa em Educação na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio).

Laélia Portela Moreira, Unversidade Estácio de Sá

Pós-doutorado, Doutorado e Mestrado em Educação. Professora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá (PPGE-Unesa).

Downloads

Publicado

2022-12-12

Como Citar

GUEDES, E. da S.; MOREIRA, L. P. Desafios da permanência de cotistas em instituições públicas brasileiras: uma meta-análise de dados baseada em teses da área da Educação. Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, [S. l.], v. 7, p. 1–17, 2022. DOI: 10.5212/retepe.v.7.21310.011. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/retepe/article/view/21310. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

Artículos