A educação infantil em Belo Horizonte no contexto da pandemia de COVID-19

Conteúdo do artigo principal

Mércia de Figueiredo Noronha Pinto

Resumo

A suspensão das atividades escolares em decorrência da pandemia causada pela COVID-19 suscitou várias dúvidas referentes ao calendário escolar de 2020. Este artigo analisa os desafios e as possibilidades colocados no âmbito das instituições integrantes do Sistema Municipal de Ensino de Belo Horizonte no que concerne às determinações legais e às ações que garantam os direitos das crianças e a qualidade na educação infantil. A investigação, realizada por meio da apreciação de documentos, busca contribuir com as discussões acerca dos dilemas enfrentados pela educação infantil nesse contexto. Infere-se que a situação de pandemia não pode se sobrepor à garantia do direito à educação de todas as crianças, tendo em vista as especificidades do processo de ensino-aprendizagem dessa faixa etária, bem como a vulnerabilidade social de diversas famílias e o aumento da desigualdade social.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
PINTO, M. de F. N. A educação infantil em Belo Horizonte no contexto da pandemia de COVID-19. Olhar de Professor, [S. l.], v. 24, p. 1–9, 2021. DOI: 10.5212/OlharProfr.v.24.15536.058. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/15536. Acesso em: 14 jun. 2024.
Seção
Caderno Temático: Covid 19 - Educação em tempo de Pandemia (Volume 2)
Biografia do Autor

Mércia de Figueiredo Noronha Pinto, Prefeitura de Belo Horizonte/Secretaria Municipal de Educação

[1] Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Professora da Rede Municipal de Belo Horizonte.