QUESTÕES ÉTICAS

A Revista Olhar de Professor possui um compromisso com o cumprimento de questões éticas relacionadas aos artigos publicados e ao processo de avaliação e publicação. As decisões e procedimentos éticos baseiam-se nos seguintes documentos:

- Resolução CNS nº 466/2012 (Ética na Pesquisa com seres humanos);

- Resolução CNS nº 510/2016 (Ética na Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais);

- Manual da APA (Editora Penso, 2012);

- Documento do CNPq – Ética e integridade na prática científica (http://www.memoria.cnpq.br/normas/lei_po_085_11.htm).

- Documento Ética e Pesquisa em Educação - v. 1 (Anped).( http://www.anped.org.br/news/comissao-da-anped-apresenta-documento-etica-e-pesquisa-em-educacao-subsidios)

 

QUANTO AOS ARTIGOS

a) Caso o artigo tenha sido submetido à Comitê de Ética (sistema CEP/CONEP ou outro sistema), solicitamos aos autores que mencionem no corpo do artigo (por exemplo, em nota de rodapé).

b) Os editores, na análise preliminar, buscam identificar os cuidados éticos utilizados na pesquisa e solicitam aos avaliadores que também o façam.

c) Caso o projeto de pesquisa que deu origem ao artigo não tenha sido submetido a Comitê de Ética, recomenda-se que os autores incluam, no artigo, uma seção sobre ética na pesquisa (autodeclaração de princípios e procedimentos éticos, conforme Mainardes e Carvalho, 2019, disponível em: http://www.anped.org.br/news/comissao-da-anped-apresenta-documento-etica-e-pesquisa-em-educacao-subsidios.

d) Pesquisas realizadas com grupos considerados em situação de vulnerabilidade necessitam especial atenção com relação aos cuidados éticos, tanto na produção dos dados, interação com os sujeitos, análise e disseminação de resultados. Entre grupos considerados como potencialmente em situação de vulnerabilidade, destacamos: crianças, pessoas com deficiências/necessidades especiais, idosos, famílias em situação de vulnerabilidade social ou risco psicossocial, pessoas em instituições de longa permanência, entre outros.

e) Ao final do processo de avaliação, com a versão final do texto, os autores devem submeter no sistema a Declaração de compromisso ético (declaração).

 

QUANTO A AUTORIA

A revista recomenda que os autores e coautores discutam abertamente a ordem de autoria e os coautores a serem incluídos no artigo. Os autores devem ter em mente os itens 17 e 20 do documento do CNPq (Ética e integridade na prática científica): 17 - Somente as pessoas que emprestaram contribuição significativa ao trabalho merecem autoria em um manuscrito; 20 - Os autores devem ser capazes de descrever, quando solicitados, a sua contribuição pessoal ao trabalho.

 

PLÁGIO E AUTOPLÁGIO

a) A editoria da revista utilizará sistema de programa de controle de plágio, durante o processo de editoração do texto.

b) Antes de submeter o artigo, os autores devem certificar-se de que todas as ideias de outros autores estão devidamente citadas e incluídas na lista de referências.

c) Com relação ao autoplágio, indicamos que o artigo deve constituir-se em contribuição original e citações de trabalhos anteriores do autor devem ser citadas quando necessárias para a compreensão do artigo inédito no que se refere a teoria ou metodologia (conforme Manual da APA).

d) No caso de autoplágio, o máximo permitido é de 10% do texto ou 50% quando for resultado de dissertação de mestrado ou tese de doutorado (a versão final do texto - após aprovado- deverá mencionar a pesquisa em nota de rodapé). Acima disso, o artigo é devolvido, com a indicação do problema. Neste estágio, os autores têm chance de fazer as alterações necessárias e voltar a submeter o artigo à apreciação da Revista.

e) Casos de plágio reportados à Revista após a publicação dos artigos serão analisados pelo Comitê Editorial e, na hipótese de confirmação da denúncia, o artigo será retirado da Revista imediatamente.

Sugerimos aos autores que conheçam as orientações do COPE (Committee on Publication Ethics) sobre princípios éticos na publicação científica https://publicationethics.org/.