Experimentações literárias: práticas de leituras e experiências artísticas em escolas

Main Article Content

Roselusia Teresa de Morais Oliveira
https://orcid.org/0000-0002-9818-9977

Resumo

O presente estudo analisa atividades pedagógicas experimentais que priorizam práticas de leituras em instituições escolares, por meio de espaços de trocas de livros, leituras coletivas, experiências artísticas e compartilhamento de experiências leitoras com crianças e estudantes universitárias, em um projeto de pesquisa e extensão que tem como campo de atuação as escolas públicas. O foco de análise são as práticas de leituras a partir de aspectos relacionados aos respectivos usos que considerem a forma e os objetos, os suportes e objetivos imbricados no ato de ler. Para isso, são considerados os "protocolos de leitura" (Chartier, 1996) e as “significations plurielles et mobiles” (Chartier, 2002a). A abordagem teórica e metodológica admite que as práticas de leituras produzem sentidos, mobilizam o corpo que interage com o livro, consigo e com o(s) outro(s), ou seja, posições corporais que, por sua vez, ocupam um lugar, e práticas circunscritas, em consonância com os hábitos culturais de um tempo.

Article Details

Como Citar
OLIVEIRA, R. T. DE M. Experimentações literárias: práticas de leituras e experiências artísticas em escolas. Olhar de Professor, v. 24, p. 1-21, 4 set. 2021.
Seção
Práticas artísticas contemporâneas, crianças e docência: experiências estéticas
Biografia do Autor

Roselusia Teresa de Morais Oliveira, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Professora Adjunta do Departamento de Educação, da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Graduada em Pedagogia (UFS). Doutora e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel - RS), com Doutorado Sanduíche realizado na Université de Cergy-Pontoise, na França, por meio do Programa Institucional de Bolsas de Doutorado Sanduíche no Exterior (CAPES). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas Relicário (Redes de leituras inscritas: cultura letrada, apropriações, representações e operações do ato de ler- DED/UFS/CNPq).

Referências

ABREU, Márcia. Cultura letrada: literatura e leitura. Coleção Paradidáticos. São Paulo: Editora UNESP, 2006.

ANDRADE. Ivana Quintão de. FERES. Beatriz dos Santos. Atividades Multissensoriais: Uma proposta de mediação em leitura. Niterói, Universidade Federal Fluminense. 2018. Anais do IX Seminário dos Alunos dos Programas de Pós-Graduação do Instituto de Letras da UFF – Estudos de Linguagem. Disponível em: . Acesso em: 10 out 2019. p.1-16.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO. Ética e pesquisa em Educação: subsídios. Rio de Janeiro: ANPEd, 2019.

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos 1980 e novos tempos. 8. ed. São Paulo: Perspectiva, 2010.

BARROS, Manoel. Memórias Inventadas: a terceira infância; iluminuras de Martha Barros. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2008.

________. Exercícios de ser criança: bordados de Martha Dumont. São Paulo: Salamandra, 2009.

________. Poesia completa. São Paulo: Leya, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil / Secretaria de Educação Básica. – Brasília : MEC, SEB, 2010.

_______. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular / MEC/CONSED/UNDIME: MEC, SEB, 2018. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf>. Acesso: 10 jan 2019.

BÉGIN, Mathieu. Le forum de discussion sur Internet comme lieu d’étude de la réception des productions littéraires jeunesse: le cas de la série Pavel 1. Communication, Lettres Et Sciences du Langage, v. 5, n 1. ago. 2011.

BETHÂNIA, Maria. Caderno de Poesias. UFMG. 2015. (Meio digital). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uSiEN11_O34. Acesso em: 02 jul. 2020.

CANDIDO, Antonio. Vários escritos. SP, RJ: Duas Cidades/ Ouro sobre azul, 2004.

CAVALLO, Guglielmo; CHARTIER, Roger (Coords.). Histoire de la lecture dans le monde occidental. Paris: Éditions Seuil, 1997.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1 artes de fazer. 14 ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2008.

CHARTIER, Anne-Marie; HÉBRAD, Jean. Discours sur la lecture (1880-2000). Paris: BPI - Centre Georges Pompidou, Fayard (Nouvelles études historiques), 2000.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990.

___________, Roger. O mundo como representação. Estudos Avançados, São Paulo: Instituto Avançado, USP, v. 5 n.11, jan./abr., 1991.

_______. Textos, impressão, leituras. In: HUNT, Lynn. A nova história cultural. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

__________, Roger. (Org.). Práticas de leitura. São Paulo: Estação Liberdade, 1996a.

__________, Roger. A ordem dos livros: leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII. Brasília: UNB, 1994.

__________, Roger. Cultura Escrita, literatura e História. Porto Alegre: Artmed, 2001.

___________, Roger. À beira da falésia: a história entre incertezas e quietudes. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2002a.

___________, Roger. Os desafios da escrita. São Paulo: Editora UNESP, 2002b.

___________, Roger. Leituras e leitores na França do antigo regime. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

__________, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador: conversações com Jean Lebrun. MORAES, Reginaldo Carmello Corrêa de. (trad.). São Paulo: Editora UNESP, 2009ª.

CICERO, Antonio Cicero. Guardar. In: Poemas escolhidos. Rio de Janeiro: Editora Record, 1996, p. 337.

DARNTON, Robert. O beijo de Lamourette: mídia, cultura e revolução. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

__________, Robert. A questão dos livros: presente, passado e futuro. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

ECO, Umberto. Obra aberta. São Paulo: Perspectiva, 2003.

__________. Lector in fabula. São Paulo: Perspectiva, 2004.

FRAGO, Antonio Viñao; ESCOLANO, Agustín. Currículo, espaço e subjetividade: a arquitetura como programa. Rio de Janeiro: D&PA, 1998.

JOUVE, Vincent. La Lecture. Paris: Hachette Collection - Contours Littéraires, 2008.

JOUVE, Vincent. Pourquoi étudier la littérature? Paris: Armand Colin, 2010.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. In: Revista Brasileira de História da Educação. N.1. Campinas: Editora Autores Associados/ SBHE, janeiro/julho, 2001. p. 9-43.

KASTRUP, Virgínia. Sobre livros e leitura: algumas questões acerca da aprendizagem em oficinas literárias. In: KASTRUP, Virgínia; TEDESCO, Silvia; PASSOS, Eduardo. Políticas da cognição. Porto Alegre: Sulina, 2015.

_____________. Aprendizagem, arte e invenção. Revista Psicologia em Estudo, Maringá, v. 6, n. 1, p. 17-27, jan./jun. 2001.

LOPES, Eliane Marta Teixeira ; GALVÃO, Ana Maria de Oliveira. História da Educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2001. (Coleção: O que você precisa saber sobre...).

MORAIS, Roselusia Teresa Pereira de. Modos de ler o impresso, modos de escrever na internet: escritas de leitores e leitoras do escritor Erico Verissimo. 2014. 221 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.

PAULINO, Maria das Graças Rodrigues. Algumas especificidades da leitura literária. In: PAIVA, Aparecida; MARTINS, Ara cy; PAULINO, Graça; VERSIANI, Zélia. (orgs.). Leituras literárias: discursos transitivos. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica. 2008.

PERES. Eliane. THIES. Vania Grim. RAMIL. Chris de Azevedo. Livre acesso ao livro literário como forma de democratização da leitura: o projeto de extensão "estação do livro" (Fae-UFPel). Revista expressa Extensão. Pró-Reitoria de Extensão e Cultura. UFPel. 2016. Disponível em: . Acesso em: 18 out 2018.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História e História Cultural. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

PIORSKI, Gandhy. Brinquedos do chão: Reflexões sobre o brincar na infância. Brasil: Editora Peirópolis, 2016.

QUEIRÓS. Bartolomeu Campos de. A literatura é esse espaço onde o que sonhamos encontra o diálogo. Curitiba, Paiol Literário, Jornal Rascunho. 07 jun. 2011. Entrevista a Rogério Pereira. Disponível em: Data de acesso: 17 out. 2018, p.1-15.

RIBEIRO, Vera Masagão (org.). Letramento no Brasil. São Paulo: Global, 2003.

SILVA, Ezequiel Theodoro. Leitura na escola e na biblioteca. 3. ed. Campinas (SP): Papirus, 1991.

SOARES, Magda. Ler, verbo transitivo. In: PAIVA, Aparecida; MARTINS, Aracy; PAULINO, Graça; VERSIANI, Zélia. (orgs.). Leituras literárias: discursos transitivos. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica. 2008.

SOUZA, Renata Junqueira de (org). Biblioteca escolar e práticas educativas: o mediador em formação. Campinas: Mercado de Letras, 2009.

SUZUKI, Clarissa L. Cadernos de artista: páginas que revelam olhares da arte e da educação. 2014. p.254. Dissertação (Mestrado) - Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São
Paulo, 2014.

VERISSIMO, Erico. Solo de Clarineta I. 15º ed. Porto Alegre: Editora Globo. 1981. 1º vol.