Tecnologia e subjetividade: a interação dos professores com o diário de classe digital

Conteúdo do artigo principal

Ketlyn Marciele Ferreira Sabadine
https://orcid.org/0000-0003-4699-3821
Dr. Ademir Aparecido Pinhelli Mendes
https://orcid.org/0000-0003-4929-9544
Paulo Sérgio dos Santos Brito
https://orcid.org/0000-0002-3977-9408

Resumo

Este artigo é resultado de uma dissertação de mestrado profissional em Educação e Novas Tecnologias. Nele é apresentada a análise de dados de entrevistas semiestruturadas, realizadas com diretores, pedagogos e professores atuantes na rede estadual de educação no município de Curitiba. O objetivo da pesquisa foi o de investigar a apropriação e uso do Registro de Classe Online (RCO), ferramenta informatizada de registro escolar a fim de identificar e analisar a relação estabelecida entre os sujeitos da escola e a tecnologia digital em questão. Os autores que fundamentaram a pesquisa foram Vieira Pinto (2005); Feenberg (2013); Paro (2016); Freire (2000); Brandão; Dagnino; Novaes, (2004); Ferreira (2001). Ao analisar as falas dos sujeitos foram encontradas 5 categorias emergentes dos dados da pesquisa: Concepção de tecnologia; Preparação para apropriação e uso do Registro de Classe Online; Aparato tecnológico; Funcionalidades da ferramenta digital (RCO); Democracia ou controle do trabalho docente. Na pesquisa encontrou-se evidências que indicam que o RCO pode ser ao mesmo tempo uma ferramenta de gestão democrática ou controladora dependendo da finalidade e intencionalidade de quem a usa.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SABADINE, K. M. F. .; MENDES, A. A. P. .; BRITO, P. S. dos S. . Tecnologia e subjetividade: a interação dos professores com o diário de classe digital. Olhar de Professor, [S. l.], v. 25, p. 1–24, 2022. DOI: 10.5212/OlharProfr.v.25.18222.030. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/18222. Acesso em: 12 ago. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Ketlyn Marciele Ferreira Sabadine, Secretaria Municipal de Educação de Curitiba - SME

 Possui graduação em Pedagogia pela Faculdades Integradas Santa cruz de Curitiba. Possui Especialização em Formação Docente para EaD - UNINTER (2019). Especialista em Psicopedagogia - UNISANTACRUZ. Mestrado em Educação e Novas Tecnologias pelo Centro Universitário Internacional - UNINTER. Com experiência na Educação Básica como coordenadora pedagógica e professora das series iniciais do Ensino Fundamental e no Ensino Superior, na orientação do Ensino a Distância e na elaboração de Material Didático.

Dr. Ademir Aparecido Pinhelli Mendes, Centro Universitário Internacional UNINTER

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná; mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná; graduado em Filosofia pelo Instituto Vicentino de Filosofia; graduado em licenciatura em Filosofia pela Universidade de Passo Fundo; graduado em licenciatura em Pedagogia pelo Centro Universitário Internacional. Atualmente é professor titular do Programa de Mestrado e Doutorado Profissional em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional e do Quadro Próprio do Magistério - Secretaria de Estado da Educação do Paraná. Líder do Grupo de Pesquisa Educação, Tecnologia e Sociedade. É pesquisador da FAMPECT - Fundação Wilson Picler de Amparo à Educação, Ciência e Tecnologia.

Paulo Sérgio dos Santos Brito, Secretaria Municipal de Educação de Curitiba - SME

Mestre em Desenvolvimento de Tecnologia pelos Institutos Lactec; pós-Graduado em Engenharia de Segurança do Trabalho pelo IEP/UFPR; graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Atualmente é orientador pedagógico do Centro Universitário Internacional UNINTER nos cursos EAD, professor contratado da Secretaria de Estado da Educação do Paraná na disciplina de matemática e responsável técnico como engenheiro eletricista da empresa Átomo Sistemas Elétricos. Participa do grupo de pesquisa FORMAÇÃO INTEGRAL, MEDIAÇÃO E TECNOLOGIA NO COTIDIANO ESCOLAR.

Referências

ALMEIDA, M. E. Tecnologias e gestão do conhecimento na escola. In: VIEIRA, A. T.; ALMEIDA, M. E. B. de.; ALONSO, M. (Orgs.). Gestão educacional e eecnologia. São Paulo: Avercamp, 2003.

BALL, S. J. Reforma educacional como barbárie social: economismo e o fim da autenticidade. Práxis Educativa, v. 7, n. 1, p. 33-52, Ponta Grossa, jan./jun. 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4. ed. Lisboa: Edições 70, 2010.

BIKLEN, S. K.; BOGDAN, R. C. Investigação qualitativa em educação. 4. ed. Porto: Porto editora, 1994.

BRANDÃO, F. C.; DAGNINO, R.; NOVAES, H. T. Sobre o marco analítico-conceitual da tecnologia social. In: MELLO, C. (Org.). Tecnologia social: uma estratégia para o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundação Banco do Brasil, 2004.

FEENBERG, A. A tecnologia pode incorporar valores? A resposta de Marcuse para a questão da época. In: NEDER, R. T. (Org.). A teoria crítica de Andrew Feenberg: racionalização democrática, poder e tecnologia. 2. ed. Brasília: UnB, 2013.

FERREIRA, N. S. C. Gestão democrática da educação: ressignificando conceitos e possibilidades. In: FERREIRA, N. S. C.; AGUIAR, M. Â. da S. (Orgs.). Gestão da educação impasses, perspectivas e compromissos. São Paulo: Cortez, 2001.

FREIRE, P. A educação na cidade. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

GAMA, R. A tecnologia e o trabalho na história. São Paulo: Nobel - Editora da Universidade de São Paulo, 1986.

HABERMAS, J. Técnica e ciência enquanto ideologia. In: Escola de Frankfurt. Os Pensadores, São Paulo: Abril Cultural, 1975.

HEIDEGGER M. Ser e tempo. v. 2. Petrópolis: Vozes;1989.

HELLER, A. O cotidiano e a história. Tradução de Carlos Nelson Coutinho e Leandro Konder. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. 5. ed. Campinas: Papirus, 2009.

LIMA, M. R. C. de. Paulo Freire e a administração escolar. Brasília: Liber Livro Editora, 2007.

MARCUSE, H. A ideologia da sociedade industrial. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

NEDER, R. T. (Org.). Andrew Feenberg: racionalização democrática, poder e tecnologia. 2. ed. Brasília: UnB, 2013.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação - SEED. TV Paulo Freire – registro de classe on-Line. 2012. Disponível em: <http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/modules/video/showVideo.php?video=18700> Acesso em: 29 set. 2021.

PARO, V. H. Gestão democrática da escola pública. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2016.

PARO, V. H. Administração escolar: introdução crítica. 15 Ed. – São Paulo: Cortez, 2010.

SOFFNER, R. K. Tecnologias sociais e práxis educativa. Revista educação PUC Campinas, v. 19, n. 1, p. 57-62, São Paulo, jan./abr., 2014.

VIEIRA PINTO, A. O conceito de tecnologia. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.